CLICK HERE FOR THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES »

quarta-feira, 18 de junho de 2008

A lingüiça de frango.

Como o de costume, eu havia terminado recentemente o meu namoro. Esse foi o único fim de relacionamento que não me deixou chorosa pelos cantos (até porque o cara era um verdadeiro fdp!), mas como toda boa mulher fiquei um pouco sensível e muito carente.

Pra variar só um pouquinho, uma amiga resolveu me empurrar apresentar um amigo. Ela me disse que ele se chamava Carlos, era bonitinho, super bom de papo, simpático, trabalhava, estudava... Parecia ser um puta partidão.

Achei que não cairia um braço meu se fosse conversar com o tal amigo.

Ele era realmente bem simpático e bonito, a Mari não tinha exagerado nem um pouco na descrição que fez...

Depois de um tempo conversando marcamos um encontro no shopping, no meio da semana mesmo. Antes de nos conhecermos pessoalmente, o Carlos mandava várias mensagens fofas no meu celular (nhoowww!).

Nos encontramos e foi tudo lindo, ficamos e rolou todo aquele climinha bom que a coisa podia ter. Adorei né, foi bem aquele tipo de encontro que infla o ego da pessoa. No dia seguinte marcamos one more date, só que dessa vez numa baladinha, sexta à noite, com amigos.

Cheguei na tal balada e descobri que havia me enfiado no meio de um pagode (olha, nada contra quem curte um pagodinho, mas eu não sou uma dessas pessoas, então já deve dar pra imaginar meu desânimo né?). Ok. Era um pagode, mas eu estava no meio de boas companhias. Passei a noite tentando me convencer disso, mas não deu. Então apelei pro álcool e passei o resto da noite com cara de bunda!

O segundo encontro foi um fiasco, mas ele era tão fofo, tão carinhoso, tão bão, que eu achei que ainda assim deveria insistir. E no 4º encontro, finalmente, a coisa esquentou! Acho que o bofe perdeu a vergonha e se empolgou (aleluia!), e não demorou muito pra gente parar num motel.

Como nem tudo são rosas, o gato tinha pica fininha... Lingüicinha de frango mesmo! Mas sabe como é a coisa, quem cai no xaveco lá ta ligando pra pica? Eu tava era na maior paixonite do mundo, tanto que pra esse eu dei várias chances. Além de ser lingüiça de frango, ele não agüentava muito tempo. Quando ele terminava o serviço estava quase tendo um ataque asmático do meu lado. Só frustração!

Mas carência e paixão fazem com que a gente releve até sexo ruim. Fiquei com ele uns 2 meses, creio eu. Acabamos brigando por algum motivo bobo e passei um super tempo sem falar com o meliante.

Quando nos acertamos já era tarde demais, eu havia desencantado (ainda bem, porque se isso tivesse virado um namoro eu certamente seria uma namorada mal comida rsrsrs).

6 comentários:

MandyDarling disse...

Ahahahaha salsicha de frango foi óóótemo!

maquillage disse...

aehoiaueh poxa eu não sei se paxonava por pica de salsicha :( ahuhuahuhua

xico sa disse...

meninaaa, blog bao danado. ja virei freguês.beijoooo e gracias pelo link

Anônimo disse...

não!!
fininha não!

Bunny Bunnie. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bunny Bunnie. disse...

"Como nem tudo são rosas, o gato tinha pica fininha... Lingüicinha de frango mesmo!"


AHAHAHAHAHHAAHAHHAHA mas que merda!!!!!!!!!!!
UAHAUAHUAHAUHAUAHUAA
tô rindo muito =P