CLICK HERE FOR THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES »

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Incesto

in.ces.to(é) adj (lat incestu) desus Desonesto, incasto, torpe; incestuoso. sm União sexual entre parentes (consangüíneos ou afins), condenada pela lei, pela moral e pela religião.


Que atire a primeira pedra quem nunca cobiçou o primo gatão!
Tem gente que nem liga e pega mesmo os parentes gatos sem a menor preocupação e tal... Mas não a Dora!
Pra mim, pegar primo era tão inviável quanto pegar irmão! Acho sim meus primos gatos (mal de família né?) mas vontade de pegar eu nunca tive e sempre dizia que isso nunca aconteceria.

"Nunca diga 'nunca' ". Um belo dia uma tia viúva (que perdeu o marido ainda bem jovem) resolveu se casar com um sujeito divorciado e pai de 1 filho. Até aí tudo bem. O problema é que o filho do sujeito divorciado era do tipo delicinha e era inevitável cogitar a possibilidade de dar uns pegas no "primo novo".

Eu já tinha meus 20 e poucos anos [poucos mesmo! 21, 22 no máximo!] e um dos filhos da tal tia ia se formar. Vai lá toooooda a família pra formatura, inclusive eu e o "primo" delícia. Bebida vai, bebida vem, música vai, música vem... A parentada começa a ir embora pra deixar a festa pros jovens, os primos mais novos vão também porque estão cansados... Aquela coisa, né? Todas as possíveis testemunhas do incesto já vazaram e quem ficou já está trilouco e de quatro, sem condição nenhuma de lembrar do momento no dia seguinte.

Eis que no auge do grau alcoólico de todo mundo (inclusive do meu), o bofe me chama pra ir pegar um drink (leia-se: ir para longe da galera), me puxa pro canto e me beija. Eu tava tão louca, mas tãooooo louca, que demorei uns 5 segundos pra perceber o que tava acontecendo ali e me tocar que eu tava pegando o gato depois de uns 3 anos passando vontade!
Como a sorte da garotona aqui é grande, logo apareceu a minha carona pra avisar que tava indo embora, e o gato, muito prestativo, educado e gentil, se ofereceu pra me levar, sem nenhum interesse!!!

Como era uma formatura, deixei minhas coisas com a carona (que estava de bolsa) pra não me preocupar com a minha própria bolsa enquanto curtia a festa. Peguei minhas coisas da bolsa da carona, deixei no carro do bofe e voltamos pra festa. Ficamos lá até o fim e na hora de ir pra casa ele não me levou embora direto... Fez um pit stop na casa dele. Ele morava com a mãe, que tinha ido viajar a trabalho e deixou a casa livre, ou seja, só alegria!

Peguei meu celular (para o caso da mamãe ligar a fim de saber do meu paradeiro) e deixei o resto das coisas no carro. Desci, entrei na casa, na sala, no quarto... Pra minha alegria, o cara não era delicinha só na aparência! Tinha um corpo delicinha e uma anatomia delicinha e muito bem servida! Enfim, o bofe era um AHAZO, fazia o serviço direitinho e me deixou de bom humor por uma semana!

Tava tudo perfeito. Ninguém além da carona altamente confiável viu nós dois juntos, o cara era ótimo e eu não tive nenhuma decepção sexual naquela noite.
Já tinha amanhecido quando ele foi me levar pra casa, mas como algo SEMPRE dá errado, quando chegamos no carro vimos que tinham roubado o som do carro, o celular do cara, minha câmera, um tanto de dinheiro e as minhas chaves!!!!

(Eu ainda quero que o filho da puta tenha um câncer no CU por ter roubado as minhas chaves!!!! Que tipo de ladrão rouba chaves????)

Graças ao acontecido, cheguei em casa tendo que acordar meus pais tocando o interfone as 8:30 da manhã pra conseguir entrar!
É inacreditável como eu me fodo ATÉ quando tinha tudo pra dar certo!
Felizmente isso não foi motivo pra acabar com a nossa graça. O "primo" foi meu lanchinho por mais uns 2 meses e depois continuamos nos tratando como se nada tivesse acontecido, sem ninguém nem imaginar nossos atos incestuosos!

16 comentários:

Nathálya Calina disse...

(Eu ainda quero que o filho da puta tenha um câncer no CU por ter roubado as minhas chaves!!!! Que tipo de ladrão rouba chaves????)


KAOSKJAPOSKPAOSKAPOSKPAOKSPOAKSPOKAPOSKAPOSKAPOKSPOAKSPOAKPOSKASPOKAPOKSKASPOAKSPOKAPOSKAPOSKAPOKSPOAKSPO

RÍ MOOOOOOOOOOOOOOOOINTO!!

ATORÁY!

Luca Bernardi disse...

Adorei o blog e o post. Tb tive um casinho de leve com um primo que vou te falar-era um gato! Olha, nem sei dizer como vim parar aqui, mas a verdade é que gosteiu muito do seu jeito de escrever.. É que estamos, minha amiga Bia e eu, inaugurando um espaço novo e gostaria muito de receber vc por lá. Um beijo e até outra hora.

Isa Deetz disse...

Eu ainda quero que o filho da puta tenha um câncer no CU por ter roubado as minhas chaves!!!! Que tipo de ladrão rouba chaves????

hahahahahahhahahahahahahahahahaha
Muito bom!
sonho mesmo seria se a noite tivesse terminado bem

A-D-O-R-E-I o blog ;)

Thainá Dutra disse...

HAHAHA
ah, pelo menos o lanchinho durou uns dois meses :P

uma amiga me falou do blog, e nossa, ADOREEEEEEEEEEEEEEI teu posts, mulher!

ledesordre disse...

Meninas, indiquei vocês num selinho do meu blog!
Beijo

Sally disse...

'Eu ainda quero que o filho da puta tenha um câncer no CU por ter roubado as minhas chaves!!!! Que tipo de ladrão rouba chaves????'

AHEUHEUHEUEHUEHEUHE!
Um ladrão já roubou as calcinhas da minha vizinha, que por sinal é um dragão.
Mas por céus, chaves?!

Parabéns pelo ótimo blog ;*

.:. Bunny-Bunnie .:. disse...

meninas, coloquei um selo no zine para o blog de vocês!!!

Raphael disse...

Eu ainda quero que o filho da puta tenha um câncer no CU por ter roubado as minhas chaves!!!! Que tipo de ladrão rouba chaves???? (4)

Demais, demais !!

aloha san disse...

O melhor momento foi mesmo o do "cancer no cu"! Tô rindo desde que adicionei o blog!!!
:D

Agora, gatona, pegação com primo "emprestado" não é incesto...Lembra da novelinha da Sandy? Aquilo sim pela Igreja Catolicíssima Apostolica Romana faz a pessoa rastejar no inferno: padrinhos e afilhadas, jamais!!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

(tudo bem, nada a ver)

aloha san disse...

Contos nada eróticos de melhor qualidade!
beijos

Ps.: faltou isso no post acima. ;)

Super Megera. disse...

geeeezuyssss, menine que post bafón, ADOGAY. ao menos, apesar do roubo etc, sobrou o primo de lanchin.

AY, adoro as histórietas desse brógui, são únicas.

besos gatas!

nanne disse...

por favorrrr!
novos posts!
to tendo um treco!

Lorena disse...

por favorrrr!
novos posts!
to tendo um treco![2]

Eli disse...

kkkkkkkkkkkkk
Eu peguei (e bem pegado) um primo meu que na época(tinha eu 24 anos)era seminarista.kkkkkk
Oh coisa deliciosa viu!!!!!
\O/

Norma Lúcia* disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
AMEI o seu blog!!!!!!! É a primeira vez que visito e achei muito bom mesmo!! E não pude deixar de perceber que nossos blogs seguem a mesma linha, basicamente. Então, quando puder, visita o meu pra dizer o que achou, viu?
Beijocas.

Norma Lúcia* disse...

vejo agora que o post é de 2008, porque parou de escrever?
bjos.
http://passandoprarir.blogspot.com/